Robert Johnson

2018-2.jpg

Bio

 

 

De onde vêm os músicos poetas? De algum lugar distante que não é exatamente um lugar ... Talvez. Não muito diferente do poeta músico Robert Johnson que nasceu na Alemanha Ocidental, que não é mais um lugar, mas ainda existe uma Alemanha. E da mesma forma que um país pode ser dividido e depois formado novamente, os músicos poetas podem aprender seu ofício separadamente e, em seguida, reuni-lo.

 

Duas coisas aconteceram com Robert aos 9 anos: Ele começou a escrever poesia e a tocar saxofone na banda da escola. Quando ainda estava no colégio, ingressou na banda de Jazz e começou a publicar seus poemas.

 

Aos 17, ouviu o chamado dos Deuses do Rock e começou a tocar guitarra. Após o colégio, ele e seus amigos da época formaram uma banda chamada White Knight, tocando originais e covers e fazendo alguns shows na cidade. Isso foi divertido por um tempo, até que seus amigos seguiram em direções diferentes.

 

Depois disso, Robert foi contratado pela empresa C-Pan Entertainment, para trabalhar como DJ em festas, casamentos e boates. Isso alimentou a música em sua alma, mas ele ansiava por tocar novamente. Ele comprou alguns equipamentos da empresa para abrir seu próprio estúdio de gravação. Alugou uma garagem e montou todo o seu equipamento de áudio. Sua ideia era formar uma banda, então ele colocou um anúncio convidando músicos para um teste. Eles poderiam usar seu espaço em troca de gravar suas próprias canções. Logo eles estavam prontos e o vocalista batizou a banda de “Available in Cream”. Eles fizeram vários shows em Victoria e gravaram algumas músicas juntos.

 

Tudo estava indo muito bem e a banda estava começando a decolar, quando Robert de repente se tornou pai solteiro e precisou de mais tempo para se dedicar aos filhos. Ele teve que vender todo o seu equipamento e encontrar um emprego que lhe permitisse cuidar deles. E mais filhos vieram depois, o que o obrigou a adiar seu sonho mais uma vez.

 

Nos anos que se seguiram, ele escreveu e publicou seu primeiro livro de poemas intitulado “Emotional Undercurrents" - "Subcorrentes Emocionais”. Como um poeta prolífico, ele foi convidado e participou de muitos slams de poesia e eventos de microfone aberto em Victoria.

Ele era um membro ativo da Bardic Union e da Victoria Writers 'Society.

 

No entanto, seu apetite criativo ainda não estava saciado. Foi então que algo mudou dentro de Robert. Sua poesia começou a se transformar em composição. Nesse ponto, seus filhos já haviam se tornado adultos, e ele pôde finalmente dedicar seu tempo livre

à sua antiga paixão novamente. E isso aconteceu quando ele conheceu sua esposa Femi Heqet e a convidou para formar a banda Hekate's Torch. Ele investiu no equipamento de que precisavam e montou seu próprio home estúdio.

E começou a escrever as letras de quase todas as suas canções.

Ele toca guitarra, grava e mixa todas as músicas deles.

Sua transformação foi completa.

É assim que músicos poetas

são criados.

HT logo.png